Funil de vendas: o que é e como estruturá-lo

Funil de vendas: o que é e como estruturá-lo

Para os gestores de marketing, o alcance de resultados tangíveis e conversões em vendas é uma prioridade. Em um mercado cada vez mais orgânico e tecnológico, é necessário estar conectado e trabalhar cada vez mais o seu consumidor em âmbito digital. Nesse contexto entra o funil de vendas, uma das principais ferramentas do inbound marketing (marketing de atração).

Mas afinal, o que é e como fazer um funil de vendas? Confira abaixo tudo o que você precisa fazer para começar hoje mesmo o seu funil.

O que é um funil de vendas?

Um funil de vendas, também conhecido como pipeline, é a representação da jornada que o cliente faz, desde o primeiro contato com sua empresa até o fechamento da venda.

Usualmente ele é dividido em três etapas: Topo de Funil, fase do aprendizado e descoberta, onde se encontram as pessoas que ainda estão no contato inicial com o seu negócio; Meio de Funil, em que já há considerações para a solução de um problema e começam a aparecer oportunidades de venda; Fundo de funil, etapa da decisão de compra.

Da atração à venda: como implementar o funil?

1. Planejamento e mapeamento da jornada

Para planejar o que será feito em cada etapa, é necessário planejamento por meio do mapeamento da jornada. É preciso, então, pesquisar com seus atuais clientes de que forma eles chegaram até você e, a partir disso, planejar conteúdos para cada fase do funil.

2. Produção e divulgação de conteúdos

Os tipos de informação devem ser diferentes para cada etapa do funil. Deve-se levar informações que eduquem a pessoa na fase de atração, auxiliem a entender um problema e possíveis soluções na fase de consideração e busquem conversão para aqueles que se encontram no fundo do funil.

3. Captação e nutrição de leads

Para que exista um funil de vendas, é mandatório conseguir leads. Você poderá fazer isso por meio de formulários de captação, oferecendo algo em troca do contato do seu lead, que pode ser a assinatura de uma newsletter ou o download de um e-book por exemplo. Com isso você poderá fazer a nutrição dos leads, enviando conteúdos relevantes para eles.

4. Conversão em venda

Na fase de conversão, você precisa mostrar para o seu consumidor que a sua oferta é boa e melhor do que a do concorrente. Aqui torna-se fundamental saber o que é mais importante para o seu público na hora da compra e mostrar que você tem o que ele deseja.

Agora que você entendeu as etapas de um funil de vendas e as fases de implementação, já pode começar a estruturá-lo para sua empresa. É muito importante entender o seu público e seu comportamento de compra, assim você terá a mensagem certa para ele, melhorando seu resultado em conversões. Não se esqueça de colocar Calls-to-Action para encorajar seu público a interagir com seu conteúdo e seguir pelas etapas até a fase de conversão.

Se você gostou deste post sobre funil de vendas, então aproveite para curtir a nossa página no Facebook e acompanhar as nossas atualizações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *